• Arthur Ituassu

A democracia digital no Brasil


O Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Democracia Digital (INCT.DD) acaba de publicar o relatório “Democracia Digital no Brasil – Prospecção sobre o Poder Executivo Federal 2017”. O documento apresenta uma visão ampla de como ministérios, secretarias e órgãos do Estado estão utilizando as tecnologias e recursos digitais para materializar valores e aprimorar processos e procedimentos democráticos. O documento compila os resultados de pesquisa de mesmo nome que o Instituto conduziu ao longo de 2017. As iniciativas de Democracia Digital foram categorizadas entre (1) Transparência; (2) Participação; (3) Direito e Acesso à Justiça; (4) Deliberação; (5) Informação e Educação para a Cidadania. Principais resultados: Foram catalogadas e avaliadas 119 iniciativas; O grande volume de iniciativas que buscam promover a transparência governamental; Poucos esforços em fomentar a participação, embora tenha sido encontrado iniciativas de consultas bem avaliadas; Aumento dos projetos de formação profissional e educacional; Pouca visibilidade para aplicativos, contrariando tendência mundial; Ausência de projetos que promovam a deliberação pública. O projeto é fruto do esforço conjunto de grupos de pesquisa e laboratórios nacionais e contou com a participação de 22 estudantes de mestrado e doutorado além de 8 pesquisadores-doutores, formando uma rede que teve como tarefa principal a identificação de sites governamentais e a navegação, catalogação e análise destes.

Baixe o relatório aqui.


© Não reproduza sem a autorização do autor